Absoluto de Cacau (Chocolate) Gt França 30% - Laszlo - Frasco com 10ml - Mundo dos Óleos

Absoluto de Cacau (Chocolate) Gt França 30% - Laszlo - Frasco com 10ml

Fornecedor
Laszlo
Preço normal
Esgotado
Preço promocional
R$ 140.90

   O óleo essencial (absoluto) de cacau ou chocolate, é extraído com o emprego de solvente das sementes de cacau fermentadas. Possui um perfume de chocolate intenso e maravilhoso, podendo ser usado na alimentação, como antioxidante em cosméticos (previne envelhecimento da pele), e em perfumes também. E, parece que cheirar o aroma do chocolate parece despertar em nós esse mesmo prazer que experimentamos em comê-lo - mas sem suas calorias! Pode-se dizer que a inalação do aroma pode reduzir o estresse, a ansiedade e pode reduzir o APETITE.

   Em um estudo, mulheres que inalaram profundamente o aroma do absoluto de cacau, encontraram uma considerável queda no apetite, similar a comer o próprio cacau. O aroma de cacau funciona agindo no cérebro via tônus vagal, diminuindo os níveis de grelina (hormônio estimulante do apetite produzido no estômago). Assim, podemos dizer que o absoluto de cacau engana o cérebro fazendo-nos acreditar que o desejo por comida já foi suprido.

   Nosso cérebro está ligado ao nosso coração pelo nervo vago. Pesquisas recentes apontam que mínimas variações em nossa frequência cardíaca revelam a intensidade dessa conexão cérebro-coração e, como tal, fornecem um índice de nosso tônus vagal. O tônus vagal pode ser “dorsal” ou “ventral”. O dorsal reflete passividade e um desligamento que ocorre quando existe negligência cumulativa e uma falta de contato relacional. O ventral reflete interação social agradável que surge de atividades tais como cuidar do outro, o contato visual, toque carinhoso, o beijo e o tom de voz suave. Quanto mais alto nosso tônus vagal ventral, melhor conseguimos regular os sistemas internos que nos mantém saudáveis tais como nossas respostas cardiovasculares e imunológicas.

   Neurocientistas pensavam que o tônus vagal era altamente estável, como nossa altura quando nos tornamos adultos. Os dados de Fredrickson mostram que essa parte de nossa conexão cérebro-coração é plástico e passível de mudança. Ele pode ser aumentado por nosso envolvimento com hábitos sociais afetuosos, que envolvem contato, abraço, carinho e união.