8 motivos para você nunca mais beber refrigerante

Largar o refrigerante não é tarefa fácil para muita gente. A bebida vai bem em qualquer momento do dia, principalmente, quando o calor aperta. A bebida está presente em quase todas as ocasiões que participamos. Até tentamos evitá-lo. Mas na primeira “abstinência” que passamos, lá estamos nós tomando dois dedinhos do líquido.

Que faz mal, muita gente concorda. Que é preciso diminuir também. Tem até quem faça promessa. Mas não tem jeito. Se não educarmos primeiro a nossa mente, nossas atitudes tenderão a permanecerem praticamente intactas.

Tem lanchonete até que oferece em larga escala, quantas vezes o cliente quiser. Diante desta realidade, o que fazer para vencer, o que para muitos, tornou-se até um vício?

Selecionamos alguns motivos que farão você entender os malefícios para o seu corpo quando você abusa do refrigerante:

Engorda

O refrigerante apresenta doses altas de açúcar, o que exige maior trabalho do pâncreas na liberação de insulina. A produção em excesso de insulina contribui diretamente no aumento da nossa fome. Comendo mais, adquirimos mais peso. Já notou que quando estamos em uma festa, tendemos a comer muito mais quando ingerimos refrigerante? Faça o teste! É exatamente o que acontece. Logo, quando abandonamos o hábito, notamos a diferença na balança.

Causa osteoporose

Assim como as altas taxas de açúcar, o refrigerante apresenta quantidades grandes de sódio. Um vilão para os nossos ossos que com o tempo e a falta de hábitos mais saudáveis, principalmente a ingestão de pouco ou nenhum cálcio em nossa dieta, os ossos vão enfraquecendo, proporcionando maior incidência da osteoporose. A perda de cálcio nos ossos pode levar o paciente a traumas e fraturas sérias. Sem a bebida em nossa rotina, de fato, estaremos cuidando também dos ossos que sustentam todo o nosso corpo.

Enfraquece os dentes

Você também cuida da sua saúde ao abandonar a bebida, pois todos os refrigerantes representam grandes malefícios aos dentes. No entanto, as bebidas à base de cola são mais agressivas. O fosfato presente neste tipo de refrigerante causa o que chamamos de desmineralização óssea da arcada dentária, além de prejudicar o esmalte dos dentes. O processo de desgaste ainda soma problemas de gengivite e a incidência de cáries.

Promove a gastrite

O ácido fosfórico contido nesses líquidos para dar gás nas bebidas prejudica seriamente as células gástricas, provocando azia e gastrite. No fígado, o impacto também é sentido. Esses componentes transformam o açúcar em gordura e acabam sobrecarregando o fígado. As substâncias tóxicas acumulam gordura nesta região. Em casos mais graves, a pessoa pode até perder o órgão.

 

Insônia

Quem consome refrigerante tender a ter insônia. Isto porque a cafeína e o excesso de açúcar presentes no líquido, são os responsáveis por manter as pessoas mais tempo acordadas.

Aumenta riscos do câncer

Um recente estudo escocês associou o consumo de refrigerantes ao surgimento de câncer intestinal e colorretal. Um estudo sueco publicado na revista científica American Journal of Clinical Nutrition apontou que uma lata de refrigerante por dia (cerca de 325 ml), aumenta o risco de homens desenvolveram câncer de próstata em 40%.

Problemas cardíacos

A cafeína quando consumida em excesso e constantemente, provocam aumento da pressão. A pressão alta é um fator de risco para o infarto e desenvolvimento de outras doenças cardíacas.

Cálculos renais

A maior parte dos refrigerantes contém oxalato, que pode ocasionar problemas renais.

Depois dessas revelações nada animadoras, que tal, dar uma virada na sua vida? Mudar os nossos hábitos nem sempre é fácil, mas com a ajuda de um especialista de sua confiança, uma dieta equilibrada associada à prática de atividades físicas, é muito possível, que em pouco tempo, você experimente resultados positivos na sua saúde, além de conquistar uma aparência física melhor, sem contar na disposição que você vai adquirindo aos poucos com a evolução da sua reeducação.

O Óleo de Boldo pode te ajudar neste início de desintoxicação devido ao enxofre que é um dos nutrientes que tem a função de limpar o fígado, presente principalmente em vegetais mais escuros, como a couve, os brócolis e o agrião.

 Como usar:

O Óleo de Boldo pode ser adicionado ao uso culinário, como no preparo de saladas, semelhante ao uso do óleo de oliva. Não sendo recomendado para frituras.

Estamos também nas redes sociais. Curta nossa página no Facebook e acompanhe novidades e artigos como esse.


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

ARTIGO CIENTÍFICO - Desenvolvimento de Filmes Extrusados com Micropartículas de Óleo Essencial de Orégano e Aplicação na Conservação de Massa Fresca
ARTIGO CIENTÍFICO - Desenvolvimento de Filmes Extrusados com Micropartículas de Óleo Essencial de Orégano e Aplicação na Conservação de Massa Fresca
DESENVOLVIMENTO DE FILMES EXTRUSADOS COM MICROPARTÍCULAS DE ÓLEO ESSENCIAL DE ORÉGANO E APLICAÇÃO NA CONSERVAÇÃO DE M...
Read More
ARTIGO CIENTÍFICO - Tratamento Alternativo de Queimadura de Terceiro Grau em Cadela Associado a Reconstrução Cirúrgica da Pele – Relato de Caso
ARTIGO CIENTÍFICO - Tratamento Alternativo de Queimadura de Terceiro Grau em Cadela Associado a Reconstrução Cirúrgica da Pele – Relato de Caso
TRATAMENTO INTENSIVO ALTERNATIVO DE QUEIMADURA DE TERCEIRO GRAU EM CADELA ASSOCIADO A RECONSTRUÇÃO CIRÚRGICA DE PELE ...
Read More
Perguntas Frequentes Sobre o Óleo de Coco
Perguntas Frequentes Sobre o Óleo de Coco
Perguntas Frequentes Sobre o Óleo de Coco   O óleo de coco, um dos antigo vilões da boa alimentação ganha ag...
Read More