Obesidade e Excesso de Peso? Saiba como acabar com isso já!

Na semana passada o Ministério da Saúde divulgou dados da nova edição da pesquisa Vigitel que são alarmantes para o Brasil: um em cada cinco brasileiros é obeso. Para se ter uma ideia, de 2006 para cá, a população obesa do país passou de 11,8% para 18,9%. No mesmo período, o excesso de peso também teve um crescimento pavoroso de 26%.

Ao todo, a pesquisa ouviu mais de 53 mil pessoas com mais de 18 anos, em todas as capitais do país. O objetivo, segundo o órgão, é monitorar os hábitos de saúde e fatores de risco para doenças crônicas, como diabete e hipertensão.

O cálculo para saber se uma pessoa é obesa ou com excesso de peso é obtido através do Índice de Massa Corpórea (IMC) que divide o peso da pessoa pela altura ao quadrado. Índices iguais ou maiores que 25 são considerados como excesso de peso e maiores de 30 kg/m2, obesidade. Um exemplo: uma pessoa que tem 1,7m de altura e pesa 70 kg tem o índice de massa corpórea de 24,22kg/m2 (essa pessoa, portanto, não está com excesso de peso).

 

Alimentação precária

O estudo ainda apontou que o consumo de feijão caiu de 67,5% em 2012 para 61,3% em 2016. A queda pode ser explicada pela crise econômica que se instaurou no país e que afetou diretamente o consumo dos brasileiros, principalmente em relação a leguminosa.

Mas outro apontamento mostra outro problema nos hábitos alimentares no país: apenas 1 a cada 3 brasileiros consome frutas e hortaliças nos cinco dias da semana. “O Brasil passa por uma transição nutricional, que antes era de desnutrição e agora estamos entre os países que apresentam altas prevalências de obesidade”, afirmou a coordenadora-geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde Michele Lessa.

 

Mulheres estão mais obesas que os homens

O estudo aponta também que a porcentagem de mulheres obesas é maior do que a dos homens: enquanto 8,1% dos homens são obesos, 19,6% das mulheres se encontram no mesmo estado. Quando o cenário é excesso de peso o cenário inverte: 50,5% das mulheres e 57,7% dos homens.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso; e mais de 700 milhões, obesos.

 

Como combater a obesidade e o excesso de peso?

Para aqueles que querem ter uma vida mais saudável e, consequentemente, perder peso não tem segredo: É comer melhor e praticar atividades físicas. Lógico que, em casos mais extremos, pode ser necessário uma intervenção cirúrgica, mas quem sempre irá ter o poder de decisão sobre essa questão é o médico.

Então, se você quer perder peso de forma saudável, é muito importante que você pratique atividades físicas e tenha uma alimentação balanceada e saudável. Neste último existem várias dicas que podem te ajudar.

 

Óleo de Coco

Óleo de Coco está na moda por um simples motivo: ele ajuda a emagrecer!  Em uma pesquisa realizada na Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, o Óleo de Coco foi adicionado às refeições dos participantes. Eles não só apresentaram uma perda significativa de peso, como perderam sete vezes mais a gordura da barriga do que os outros!

 

Isso acontece porque o óleo é rico em antioxidantes que apresentam uma série de benefícios para o organismo: prevenção de doenças cardiovasculares, auxílio no emagrecimento, redução das taxas de colesterol, ação antifúngica (auxiliando no tratamento de candidíase e gastrite bacteriana) e fortalecimento da imunidade.

 

Por ser um alimento termogênico, o Óleo de Coco aumenta o gasto energético do organismo e, em consequência, a perda de peso e de medida na cintura. Também promove mais saciedade, por ser uma gordura que aumenta o tempo com que os alimentos passam do estômago para o intestino.

 

Dica de consumo: Uma característica do Óleo de Coco é cristalizar em temperaturas mais baixas. Caso isso aconteça, aqueça o óleo em banho maria e espere ele voltar a temperatura ambiente para usar, por exemplo, como tempero para saladas.

 

Óleo de Linhaça

A linhaça é uma semente oleaginosa rica em ácidos graxos, que ajudam na redução de triglicerídeos, na regulação da pressão arterial e no combate à inflamação das células de gordura. O óleo desta semente ainda possui ligninas em sua composição, que são transformadas em substâncias semelhantes aos hormônios estrógenos e, em consequência, levam à redução do colesterol total e do LDL (colesterol ruim) e à regulação da pressão arterial. Os ácidos graxos do Óleo de Linhaça também estimulam mais à saciedade do que os outros tipos de óleo.

 

Dica de consumo: Assim como o Óleo de Coco, o Óleo de Linhaça pode perfeitamente ser usado para temperar saladas

 

Óleo de Cártamo

O óleo extraído da semente de cártamo é muito bom para quem quer perder a gordura localizada na barriga. Isso porque ele possui cerca de 80% de ácido linoleico e 20% a 40% de ácido oleico, duas substâncias muito importantes e que ajudam na perda de peso. Porém, assim como qualquer produto, seu consumo deve ser moderado:

 

Dica de consumo: Para o Óleo de Cártamo, o ideal é tomar uma colher de sopa meia hora antes ou depois de todas as refeições.

 

oleo-de-coco-mundo-dos-oleos

 

Nunca consuma ou aplique insumos vegetais ou animais sem orientação e acompanhamento de um profissional qualificado e de sua confiança.

“O Ministério da Saúde adverte: não existem evidências científicas comprovadas de que este produto previna, trate ou cure doenças. ”

Onde encontrar: Você encontra esses e outros Óleos acessando este link: mundodosoleos.com ou indo até a nossa loja localizada no CLSW 504 Bloco “B” loja 46, Sudoeste, Brasília (DF).

Descarte do Óleo

O descarte não adequado dos Óleos pode acarretar entupimento nas tubulações e ainda poluir a água. Por isso, procure locais próprios para o descarte. Armazene em um vidro e dirija-se aos postos de coleta da sua cidade.

Estamos também nas redes sociais. Curta nossa página no Facebook e acompanhe novidades e artigos como esse.


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

Os Melhores Óleos Essenciais para Tireoide
Os Melhores Óleos Essenciais para Tireoide
Os Melhores Óleos Essenciais para Tireoide Publicado em 11/02/2019 por By Samia Aromaterapia A tireóide é uma glâ...
Read More
Jurema-Branca - Um Óleo Essencial de Tradições Brasileiras
Jurema-Branca - Um Óleo Essencial de Tradições Brasileiras
JUREMA-BRANCAUm óleo essencial de tradições brasileiras Com muita honra e felicidade, a Laszlo traz pela primeira vez...
Read More
4 Óleos Essenciais que Reduzem a Retenção de Água e o Inchaço nas Pernas
4 Óleos Essenciais que Reduzem a Retenção de Água e o Inchaço nas Pernas
4 Óleos Essenciais que Reduzem a Retenção de Água e o Inchaço nas PernasVocê sente suas pernas, tornozelos ou pés inc...
Read More