Confira algumas receitas com óleos essenciais que ACABAM com o chulé!

Existem alguns cheiros capazes de isolar um ser humano. O mau hálito, suor forte e o chulé, são os odores que conseguem abalar qualquer olfato, e quem sabe até mesmo relacionamentos.  Muita calma nessa alma!

Hoje, Levantamos algumas dicas preciosas com o uso de alguns óleos essenciais que ajudarão no problema do chulé. <<Mais para frente conversaremos sobre os outros, para o bem geral da nação. Rs >>

A bromidrose, nome científico (e mais fino!) para o chulé não é um problema restrito ao suor produzido na região, como também tem ligação com outros fatores, entre eles, a higienização correta dos pés. Eles que nos sustentam e nos carregam pra lá e pra cá, são muitas vezes, esquecidos.

“Isoladamente, o suor é composto por água e eletrólitos [sais minerais], e não tem cheiro. É natural em todo ser humano, todo mundo sua. O problema ocorre quando há bactérias no local, porque elas encontram na umidade o ambiente ideal para se proliferarem e produzirem aquele odor ruim”, explica a dermatologista Márcia Grieco, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.

Receita 1 (escalda pés)

8 gotas de Óleo Essencial de Cipreste
8 gotas de Óleo Essencial Tea tree (Melaleuca)

*Misture os óleos essenciais em uma bacia morna. Dez minutos de imersão três vezes por semana. Além de limpar os pés, é ótimo para relaxar.

Receita 2

30g de gel neutro
4 gotas de Oléo Essencial de Eucalipto
5 gotas de Oléo Essencial de Tea tree (Melaleuca)
4 gotas de Óleo Essencial de Lemongrass
*Misture os ingredientes e aplique nos pés diariamente, 1 ou 2 vezes ao dia

Receita 3

1 colher (15 ml) de Óleo de Andiroba,
2 colheres (30 ml) de Óleo de Oliva (azeite),
2 gotas de Óleo Essencial de Eucalipto,
5 gotas de Óleo Essencial de Cedro;
3 gotas de Óleo Essencial de Patchouli.
*Misture tudo e massageie seus pés sempre após o banho. Espere 5 minutos até que o óleo seque e seja absorvido pela pele.

 

Alguns mandamentos para um pé cheiroso:

  • Lave e seque bem os espaços entre os dedos. Quando a higienização desses locais não é feita adequadamente, as bactérias se acumulam nessa área e começam a agir, gerando chulé;
  • Não reutilize meias sem lavá-las;
  • Não utilize o mesmo par de sapatos por dias seguidos;
  • ·         Ao notar alterações na pele dos pés ou micose nas unhas, procure um médico.

Onde encontrar:

Você encontra esses e outros óleos acessando este link: mundodosoleos.com ou indo até a nossa loja localizada no CLSW 504 Bloco “B” loja 46, Sudoeste, Brasília (DF). Estamos também nas redes sociais. Curta nossa página no facebook e acompanhe novidades e artigos como esse. Gostou do artigo? Já usou algum desses óleos? Conte pra gente e compartilhe pelo Facebook 


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

Óleo de girassol (Helianthus annus L.) Como cicatrizante de feridas em idosos diabéticos
Óleo de girassol (Helianthus annus L.) Como cicatrizante de feridas em idosos diabéticos
RESUMO   Introdução: O fitoterápico óleo de girassol (Helianthus annuus L.) é capaz de acelerar o reparo do tecido da...
Read More
ATIVIDADES INSETICIDA, REPELENTE E ANTIFÚNGICA DO ÓLEO ESSENCIAL DE Cinnamomum cassia
ATIVIDADES INSETICIDA, REPELENTE E ANTIFÚNGICA DO ÓLEO ESSENCIAL DE Cinnamomum cassia
RESUMO Devido ao uso indiscriminado de agentes químicos e as perdas de grãos armazenados, faz-se necessário a busca ...
Read More
MÉTODOS ALTERNATIVOS PARA O CONTROLE in vitro DE Colletotrichum gloeosporioides AGENTE CAUSAL DA ANTRACNOSE EM PIMENTA DEDO-DEMOÇA
MÉTODOS ALTERNATIVOS PARA O CONTROLE in vitro DE Colletotrichum gloeosporioides AGENTE CAUSAL DA ANTRACNOSE EM PIMENTA DEDO-DEMOÇA
RESUMO   A utilização de diferentes métodos visando o controle de doenças fitopatológicas proporciona uma redução da ...
Read More