Conheça o maravilhoso óleo mediterrâneo que trata os seus cabelos e pele!

Você sabia que o Alecrim é considerado sagrado pelos antigos gregos, romanos, egípcios e hebreus? Isso porque, desde a antiguidade o homem já sabe que ele é realmente muito mais do que uma erva aromática sendo usada tanto na gastronomia quanto na medicina alternativa.

Ela também é uma das ervas mais poderosas no meio vegetal e produz um dos óleos mais ricos do planeta. Os Benefícios do Óleo de Alecrim são diversos, pois ele possui uma grande quantidade de nutrientes essenciais para saúde geral do corpo. Além disso, o Óleo de Alecrim é, provavelmente, o óleo mais utilizado devido à sua ampla gama de vantagens para a saúde.

Para se ter uma ideia, pesquisas recentes mostraram que o Óleo de Alecrim serve para aumentar o potencial de crescimento dos nervos, o que auxilia na cura do tecido neurológico e melhora as funções cerebrais.

Conheça agora alguns dos benefícios desse queridinho que nos acompanha desde que o homem se entende como homem:

Para a pele

Combate os radicais livres

As propriedades do Óleo de Alecrim são altamente benéficas à pele, fazendo com que ele possa ser utilizado como estimulante da circulação periférica ou em tratamento para pele oleosa ou acneica. Isso porque, os antioxidantes presentes no alecrim ajudam a neutralizar os danos causados pelos radicais livres que comprometem a estrutura de sustentação da pele, levando a rugas, flacidez e manchas.

O óleo também é uma boa fonte de ferro, cálcio e vitamina B6, que mantém os níveis de colágeno. Também é uma fonte rica de manganês, um mineral que ajuda a minimizar as rugas e a proteger a saúde da pele. Sem contar que o óleo também limpa, relaxa e refrescar ela.

Relaxa os músculos. 

O conselho científico alemão, um órgão similar ao FDA americano e ao departamento de agricultura no Brasil, aprovou o uso do Óleo de Alecrim para tratar dores musculares e artrite devido ao reconhecimento das propriedades analgésicas do óleo.

Se você quiser utilizar o óleo para tratar dores musculares, basta massagear o local com o Óleo de Alecrim até total absorção. Entre todas as formas de uso estão a massagem que deve ser feita com o óleo de alecrim diluído em outros óleos vegetais, o escalda pés, banhos, calor aromático, difusores, compressas, loções e aromatizantes de ambiente.

Ajuda a desodorizar a pele

Devido à ação antimicrobiana, o Óleo de Alecrim também pode ser utilizado até como desodorante, uma vez que a ação principal dos desodorantes é combater o mau cheiro eliminando os micro-organismos que causam odores. Por isso, ele pode ser adicionado ao sabonete e a sais de banho – além de proporcionar aroma, o óleo contribui para a eliminação de bactérias e até de micoses. Sempre bom recomendar a diluição do óleo em água ou outros diluidores para evitar que o excesso de concentrado cause algum problema
Para os Cabelos

Tira a oleosidade, dá brilho e escurece o fio

O Óleo de Alecrim pode ser usado para tratar cabelos oleosos e também apresenta funções anticaspa e serve como tônico capilar. Outra função do óleo é estimular a circulação no fio capilar e, por isso, ao ser utilizado em xampus e condicionadores, costuma acrescentar brilho aos fios.

Além de ser um estimulante para as raízes e também o couro cabeludo, o Óleo de Alecrim é conhecido por suas propriedades de escurecimento e, portanto, é uma ótima opção para tingir os cabelos de forma natural ao invés de usar produtos químicos.

 

Ajuda no crescimento capilar

Lembra que falamos que o Alecrim é usado desde a antiguidade? Então, um dos usos do Óleo de Alecrim (sim eles produziam óleos também!), especialmente na região do Mediterrâneo, para estimular o crescimento dos cabelos.

Mas voltando aos tempos modernos, um estudo feito com 84 pessoas que tiveram alopecia areata, uma doença autoimune inflamatória que provoca a queda de cabelo, mostrou que dentre os que usaram o Óleo de Alecrim diariamente, durante sete meses, tiveram um crescimento significativo no cabelo em relação àqueles que não fizeram as massagens.

Cuidado!

Ele pode ser abortivo!

Pesquisas divulgadas pela Revista Brasileira de Pesquisas Médicas e Biológicas apontaram que o extrato de alecrim, usado em ratos, apresentaram o efeito embriotóxico, causando o aborto.

Pode causar desidratação!

Outra pesquisa publicada no Jornal of Ethnopharmacology, afirma que o consumo do alecrim pode causar um efeito diurético, aumentando assim um risco de desidratação e alterando a concentração de lítio no corpo, podendo chegar a níveis tóxicos.

oleo-de-alecrim-mundo-dos-oleos

Nunca consuma ou aplique insumos vegetais ou animais sem orientação e acompanhamento de um profissional qualificado e de sua confiança.

“O Ministério da Saúde adverte: não existem evidências científicas comprovadas de que este produto previna, trate ou cure doenças. ”

Onde encontrar: Você encontra esses e outros Óleos acessando este link: mundodosoleos.com ou indo até a nossa loja localizada no CLSW 504 Bloco “B” loja 46, Sudoeste, Brasília (DF).

Descarte do Óleo

O descarte não adequado dos Óleos pode acarretar entupimento nas tubulações e ainda poluir a água. Por isso, procure locais próprios para o descarte. Armazene em um vidro e dirija-se aos postos de coleta da sua cidade.

Estamos também nas redes sociais. Curta nossa página no Facebook e acompanhe novidades e artigos como esse.


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

Os Melhores Óleos Essenciais para Tireoide
Os Melhores Óleos Essenciais para Tireoide
Os Melhores Óleos Essenciais para Tireoide Publicado em 11/02/2019 por By Samia Aromaterapia A tireóide é uma glâ...
Read More
Jurema-Branca - Um Óleo Essencial de Tradições Brasileiras
Jurema-Branca - Um Óleo Essencial de Tradições Brasileiras
JUREMA-BRANCAUm óleo essencial de tradições brasileiras Com muita honra e felicidade, a Laszlo traz pela primeira vez...
Read More
4 Óleos Essenciais que Reduzem a Retenção de Água e o Inchaço nas Pernas
4 Óleos Essenciais que Reduzem a Retenção de Água e o Inchaço nas Pernas
4 Óleos Essenciais que Reduzem a Retenção de Água e o Inchaço nas PernasVocê sente suas pernas, tornozelos ou pés inc...
Read More