Chega de frieiras no pé! Basta usar o Óleo Essencial de Cravo

 

Só de pensar em frieira – ou pé de atleta, como queira chamar – muita gente faz careta. Também não é para menos. Esse tipo de infecção causada por uma micose é um incômodo terrível de aparência peculiar e que ainda por cima dá uma coceira danada. Trata-se de uma visita inconveniente e que pode surgir nas nossas horas de lazer. Isso mesmo, logo quando a gente está no “bem bom”, na sauna, na piscina, no mar ou debaixo de uma ducha no banho. Sim, porque essa micose anda faminta por uma hospedagem na nossa pele, exatamente em alguns locais como esses, podendo dar o ar de sua “graça” ainda nas regiões da virilha, mães e unhas.

E o que fazer para conter a ação dessa adversária? Primeiramente, recorrer a um especialista de sua confiança para o diagnóstico clínico correto e tratamento adequado. Mesmo porque cada caso é um “causo” como diria o ditado popular por aí. Mas, quando o assunto é o que a natureza pode fazer por nós, a resposta está no Óleo de Cravo. As propriedades antifungicidas e antissépticas do Óleo são ideais para este tipo de problema e atua como um grande alívio. Antes de partirmos para o abraço da vitória, que tal estudarmos um pouco sobre a inimiga?

Como sei que é frieira?

Alguns sinais como pele avermelhada, coceira, ardência e descamação da pele são indícios da micose.

Óleo de Cravo - Mundo dos Óleos

Imagem retirada do site Md Saúde

Como se pega frieira?

Gente, coloquei assim, por que acho graça – e essa graça, agora sem aspas, porque é da boa! – em quem se expressa dessa forma, como se problemas de saúde pudéssemos “pegar” e “deixar” a hora que quisermos…hehehe. Em homenagem a este célebre entendimento que habita no coletivo social, vamos então desvendar como é que se “pega” esse trem ruim.

O Dr. Pedro Pinheiro revelou ao site MDSaúde: “Em geral, o pé de atleta é uma infecção que se pega ao andar descalço em locais úmidos contaminados pelo fungo Trichophyton, como saunas, piscinas, chuveiros e vestiários públicos”.  Ainda assim, segundo a publicação, o fungo pode não se manifestar, pois necessita de determinadas condições para crescer como o calor e umidade.

Outro ponto importante, é que o fungo também pode surgir com mais frequência em pessoas com diabetes, que transpiram excessivamente, pacientes com psoríase e pessoas soropositivas. Nesses casos, a vigilância deve ser redobrada quanto aos ambientes de riscos. E quais seriam esses ambientes?

Onde se pega frieira?

Sabe por que a frieira também possui um outro nome particular de pé de atleta? Pois, se as condições climáticas são calor e umidade, o ambiente perfeito para alguém 100% saudável é o tênis. Sim, pessoas que utilizam esse calçado por longos períodos, excessivamente, correm sérios riscos de contrair uma frieira. Que o diga os jogadores de futebol e peladeiros do fim de semana. Não tá fácil pra ninguém.

Como dar um fim na frieira?

Existe vida após uma frieira, minha gente! E ela está contida em duas aplicações diárias do Óleo Essencial de Cravo na região afetada. Esta simples rotina vai fazer uma faxina geral na área recuperar o aspecto saudável da pele. Bye bye sintomas.

E tem mais, essa mesma dica serve para repelir insetos! Top demais.

Prevenção

Que tal desviar o trajeto desse mal? Alguns cuidados básicos servem como ações preventivas. Confira as dicas compartilhas pelo Dr. Pedro Pinheiro:

– Nunca frequente vestiários, chuveiros ou banheiros públicos descalço;

– Após molhar os pés, seque bem os intervalos entre os dedos. Na maioria das vezes, lavamos nossos dedinhos, mas os secamos da forma correta, a umidade abafada nesta área, também provoca frieira;

– Opte sempre por deixar os pés livres, em contato com o ar. O simples fato de passarmos longas horas com os pés enclausurados dentro dos sapatos, possibilita o aparecimento do fungo. Lembra dos ambientes de risco?

– Após a prática de exercícios, lave os pés e troque as meias e os calçados úmidos;

–  Mantenha as unhas sempre curtas e limpas;

– Lave os pés diariamente;

–  Não compartilhe meias e sapatos com outras pessoas;

–   Use talco antifúngico para manter os pés secos;

Outras vantagens fantásticas de se possuir o Óleo Essencial de Cravo em casa

Além de ser antifúngico, antisséptico e se tratar de uma arma letal contra micoses, o Óleo Essencial de Cravo possui outras propriedades incríveis, agindo também como antiviral, analgésico, antiparasitário e antiinflamatório. Confira como você pode utilizar esse Óleo multiuso em todas essas funções:

Gripes e resfriados: Para aliviar os sintomas de dor, adicione 3 gotas do Óleo Essencial de Cravo, 2 do Óleo de Eucalipto e gota do Óleo de Alfazema em 1 litro de água fervida. Inale a mistura por dez minutos, protegendo o rosto, principalmente os olhos. Você pode utilizar um pano para fazer uma espécie de “casinha” e assim respirar melhor o aroma. A inalação é um recurso com grandes resultados benéficos à saúde, especialmente em casos de gripes e resfriados, por umedecer e eliminar as mucosidades do nariz, garganta, brônquios e ouvido interno. Ao final dos dez minutos sugeridos, evite a friagem.

Alívio da dor de dente: Quem diria que acharíamos um meio natural para o alívio de uma das piores dores humanas. As propriedades analgésicas presentes no Óleo Essencial de Cravo são as responsáveis em neutralizar a dor por alguns instantes. Tempo necessário até a consulta com o médico.  Para isso, é indicado que mergulhe a cabeça do cotonete no Óleo Essencial de Cravo, umedecendo-o completamente. Em seguida, aplique-o em toda a superfície do dente e em volta do tecido gengival, com uma leve massagem. Importante ressaltar que o Óleo não cura o dente cariado, apenas atua como uma forma paliativa da dor até haver o tratamento dentário adequado feito pelo dentista.

Contra dores musculares: Neste caso, recomenda-se adicionar 12 gostas do Óleo Essencial de Cravo em 30 ml de algum outro Óleo Vegetal de sua preferência para massagens. Esse método atenua também as dores de artrite e reumatismo.

Contraindicação

O Óleo Essencial de Cravo é contraindicado para as grávidas, lactantes e crianças.

Descarte do Óleo

O descarte não adequado dos Óleos pode acarretar entupimento nas tubulações e ainda poluir a água. Por isso, procure locais próprios para o descarte. Armazene em um vidro e dirija-se aos postos de coleta da sua cidade.

Estamos também nas redes sociais. Curta nossa página no Facebook e acompanhe novidades e artigos como esse.

Referências:

Frieira – Pé de atleta, MD.Saúde. Disponível em: http://www.mdsaude.com/2012/12/remedio-frieira.html

Frieira : Diagnostico, Sintomas e tratamento eficaz de frieiras, Frieira.net. Disponível em: http://frieira.net/

Receita caseira para a micose largar dos seus pés! Remédio Caseiro. Disponível em: http://www.remedio-caseiro.com/receita-caseira-para-a-micose-largar-dos-seus-pes/

Benefícios do Óleo de Cravo para a saúde, Remédio Caseiro. Disponível em: http://www.remedio-caseiro.com/beneficios-do-oleo-de-cravo-para-a-saude/

Para que serve o Óleo de Cravo-da-índia, Garota Beleza. Disponível em: http://garotabeleza.com.br/para-que-serve-o-oleo-de-cravo-da-india/

Óleo de Cravo – suas propriedades para unhas e dentes, Benefícios Naturais. Disponíveis em: http://beneficiosnaturais.com.br/oleo-de-cravo-suas-propriedades-para-unhas-e-dentes/

Óleo de Cravo: Ótimo anestésico, Vida Integral. Disponível em: http://www.vidaintegral.com.br/noticias.php?noticiaid=223

Como fazer inalação, UmComo. Disponível em: http://saude.umcomo.com.br/articulo/como-fazer-inalacao-5373.html

 


2 comentários

  • Olá Bárbara, O uso da aromaterapia é desaconselhado no primeiro trimestre da gestação. O uso dos óleos essenciais devem ser orientados e acompanhado por um aromaterapeuta experiente e com o conhecimento do obstetra.

    Mundo dos Óleos
  • Estou gestando e gostaria de saber por qual óleo posso substituir?

    Bárbara Dias

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

ARTIGO CIENTÍFICO - Desenvolvimento de Filmes Extrusados com Micropartículas de Óleo Essencial de Orégano e Aplicação na Conservação de Massa Fresca
ARTIGO CIENTÍFICO - Desenvolvimento de Filmes Extrusados com Micropartículas de Óleo Essencial de Orégano e Aplicação na Conservação de Massa Fresca
DESENVOLVIMENTO DE FILMES EXTRUSADOS COM MICROPARTÍCULAS DE ÓLEO ESSENCIAL DE ORÉGANO E APLICAÇÃO NA CONSERVAÇÃO DE M...
Read More
ARTIGO CIENTÍFICO - Tratamento Alternativo de Queimadura de Terceiro Grau em Cadela Associado a Reconstrução Cirúrgica da Pele – Relato de Caso
ARTIGO CIENTÍFICO - Tratamento Alternativo de Queimadura de Terceiro Grau em Cadela Associado a Reconstrução Cirúrgica da Pele – Relato de Caso
TRATAMENTO INTENSIVO ALTERNATIVO DE QUEIMADURA DE TERCEIRO GRAU EM CADELA ASSOCIADO A RECONSTRUÇÃO CIRÚRGICA DE PELE ...
Read More
Perguntas Frequentes Sobre o Óleo de Coco
Perguntas Frequentes Sobre o Óleo de Coco
Perguntas Frequentes Sobre o Óleo de Coco   O óleo de coco, um dos antigo vilões da boa alimentação ganha ag...
Read More