icon

Óleo de Palmiste previne gastrite e melhora a flora intestinal

Queimação, dor, indigestão, náuseas, são alguns dos sintomas da doença que atinge atualmente mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo.

É a chamada gastrite que pode revelar-se em diferentes níveis (aguda e crônica), que se não tratada, progride para um quadro mais crítico como a úlcera, podendo até, em casos mais avançados, tornar-se um câncer gástrico.

Daí a importância de estarmos alertas aos indícios desse mal.

Esse desconforto estomacal pode ser observado a partir de seus sintomas característicos e confirmado com um exame específico como a endoscopia.

A causa de uma gastrite possui uma soma perigosa de estresse, má alimentação, e ingestão de alimentos ou água contaminados com a bactéria Helicobacter pylori (a famosa H. Pylori), uma bactéria que causa doenças digestivas como gastrite e doença de úlcera péptica.

Mas o como o óleo de palmiste pode ajudar a prevenir esse mal?

Simples. O óleo extraído da amêndoa a partir do fruto do dendezeiro, além de combater as inflamações de artrite e reumatismo, combate fungos e bactérias, incluindo nesse rol, as causadoras de gastrite (H. Pylori) por apresentar o ácido láurico.

Esse ácido é capaz de matar a H. Pylori, pois elimina bactérias revestidas de lipídeos. Isso, na prática, significa uma limpeza no intestino, capaz de proporcionar saúde e melhoria em seu funcionamento.

Como prevenir a gastrite?

A prevenção está muito mais ligada ao nosso modo de vida.

Por isso, manter uma dieta saudável (uma dica nossa é incluir o óleo de palmiste em sua rotina alimentar), lavar bem os alimentos, ingerir água adequada para consumo, além da prática de atividade física, podem auxiliar a evitar o aparecimento da doença.

Como consumir?

O óleo não deixa gosto na comida e não apresenta cheiro forte, podendo ser usado como substituto da margarina em receitas de bolos e pães.

No entanto, há a recomendação de limite em sua ingestão, pois o óleo de palmiste contém gorduras saturadas e não deve ser ingerido em excesso, pelo risco de causar problemas na saúde.

Óleo de palmiste equilibra o colesterol

Estudos da alimentação humana reportaram que o óleo de palma em dietas com base neste óleo apresentou uma redução nos níveis de colesterol sanguíneo variando de 7% a 38% (Maia, 2007).

 

Onde encontrar:

Você encontra o óleo de palmiste acessando este link: mundodosoleos.com ou indo até a nossa loja localizada no CLSW 504 Bloco “B” loja 46, Sudoeste, Brasília (DF). Estamos também nas redes sociais. Curta nossa página no facebook e acompanhe novidades e artigos como esse. Gostou do artigo? Já usou óleo de palmiste? Conte pra gente e compartilhe pelo Facebook 


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

EFEITOS DA INGESTÃO DE ÓLEO DE PEIXE PARA A SAÚDE DA POPULAÇÃO
EFEITOS DA INGESTÃO DE ÓLEO DE PEIXE PARA A SAÚDE DA POPULAÇÃO
RESUMO   Peixes são animais consumidos por diferentes culturas e países no mundo, esses são extremamente ricos em div...
Read More
11 óleos essenciais: seus benefícios e como usá-los
11 óleos essenciais: seus benefícios e como usá-los
11 óleos essenciais: seus benefícios e como usá-los Além de cheirar bem, os óleos essenciais também podem ajudar a me...
Read More
EFEITO DO ÓLEO DE COCO NAS COMPLICAÇÕES DA DOENÇA HEPÁTICA
EFEITO DO ÓLEO DE COCO NAS COMPLICAÇÕES DA DOENÇA HEPÁTICA
RESUMO – Racional: A prevenção da evolução da cirrose com suplementação dietética tem estado em foco óleo de coco tem...
Read More