icon

ÓLEO ESSENCIAL DE FENO GREGO: UM PODEROSO IMUNOMODULADOR E ANTIDIABÉTICO

ÓLEO ESSENCIAL DE FENO GREGO: UM PODEROSO IMUNOMODULADOR E ANTIDIABÉTICO

O feno grego (Trigonella foenum-graecum) é uma planta herbácea pertencente à família das leguminosas, conhecida e consagrada por suas poderosas sementes de coloração marrom dourado.

Nativo da Europa e de partes da Índia, atualmente é cultivado em quase todo o mundo. Os diversos usos da planta vão de um usual tempero culinário, a um alimento nutracêutico, um ingrediente para a fabricação de saponáceos e perfumes, até chegarem aos seus surpreendentes efeitos terapêuticos que vêm despertando a atenção da ciência nos últimos anos.

É nas sementes de feno grego que se concentra o seu óleo essencial, um poderoso agente terapêutico, que em estudos demonstrou ser um potente imunomodulador do organismo, propriedade já conhecida pela Ayurveda e pela Medicina Tradicional Chinesa há milhares de anos.

Dentre todas as propriedades medicinais conhecidas do feno grego, a ação hipoglicêmica das sementes é a mais estudada e explorada. Tanto o óleo essencial, quanto diferentes extratos de suas sementes demonstraram em estudos ações antidiabéticas em cobaias e humanos, apresentando ação semelhante a insulina. A administração oral de extratos da planta demonstraram regular a homeostase da glicose em cobaias diabéticas do tipo 1 e 2, inibindo a digestão e absorção de carboidratos e aumentando a ação periférica da insulina.

OUTRAS PROPRIEDADES CIENTIFICAMENTE COMPROVADAS DAS SEMENTES DE FENO GREGO:

– ANTIOXIDANTE: As sementes de feno grego demonstraram atividade antioxidante em diferentes sistemas de modelos experimentais. As sementes de feno grego demonstraram inibir e reduzir o estresse oxidativo das células, protegendo especialmente as hemácias e as funções renais, além de também estimular a atividade de enzimas antioxidantes em tecidos do coração e fígado em casos de diabetes. Os efeitos são atribuídos a presença de flavonóides e polifenóis encontrados nas sementes.

– ANTILIPÍDICO: As sementes de feno grego administradas em uma dose de 2,5g, duas vezes ao dia durante três meses em pacientes com doença arterial coronariana, demonstrou reduzir significativamente os lipídios sanguíneos, o colesterol total e triglicérides, reduzindo a agregação plaquetária. O efeito redutor lipídico hepático das sementes de feno-grego pode ser atribuído ao seu papel na modulação da atividade de várias enzimas do metabolismo da glicose e dos lipídios.

– ANTICANCERÍGENO: O tratamento com extrato de feno grego demonstrou efeitos inibidores do crescimento nas linhagens de células de câncer de mama, pâncreas e próstata. Seus efeitos são atribuídos à sua capacidade de induzir a
apoptose, morte celular, de células cancerígenas.

– ANTI-INFLAMATÓRIO: Em modelos in vitro o extrato metanólico das sementes de feno grego inibiu a produção de citocinas inflamatórias e cobaias com artrite. O extrato demonstrou atuação anti-inflamatória, analgésica e antinociceptiva, os efeitos foram semelhantes ao fármaco diclofenaco sódico.

– ANTIMICROBIANO: Testes in vitro demonstram que todas as partes de feno grego possuem atuação antifúngica contra patógenos resistentes a medicamentos, incluindo Botrytis cinerea, Fusarium graminearum, Alternaria sp., Pythium aphanidermatum, Candida spp, Rhizoctonia solani. Extratos das sementes também demonstraram inibir bactérias como Helicobacter pylori, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli e Staphylococcus aureus.

– HEPATOPROTETOR: As sementes de feno grego atuam estimulando a digestão e em testes em humanos demonstraram suprimir o crescimento de células hepáticas em lesões gástricas, restaurando os níveis alterados de enzimas da função hepática. Os resultados demonstram efeitos semelhantes ao fármaco omeprazol. Os dados apresentados sugerem que o feno grego pode ser considerado para uso na terapia complementar em pacientes com câncer para prevenir a toxicidade quimioterápica.

Você já conhecia as propriedades deste poderoso óleo essencial?

O óleo essencial de feno grego é extraído via CO2, técnica que assegura e permite a integridade química e propriedades terapêuticas do óleo essencial.

Extrato Glicólico de Feno

Extrato Fluido de Feno Grego

 

 


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

Para que Serve o Óleo de Melaleuca
Para que Serve o Óleo de Melaleuca
O óleo de melaleuca é extraído da planta Melaleuca alternifolia, também conhecida por melaleuca, árvore do chá ou tea...
Read More
Para Que Serve o Óleo de Copaíba
Para Que Serve o Óleo de Copaíba
O óleo de copaíba vem da copaíba. Existem mais de 70 espécies de árvores de copaíba identificadas, muitas delas na Am...
Read More