Óleo Essencial de Olíbano Sagrado - Laszlo - Frasco com 10ml - Mundo dos Óleos

Óleo Essencial de Olíbano Sagrado - Laszlo - Frasco com 10ml

Fornecedor
Laszlo
Preço normal
Esgotado
Preço promocional
R$ 304.90

A resina dos olíbanos era queimada há milênios em templos egípcios, macedônios e gregos com a finalidade de integrar o ser humano com sua essência, favorecendo a oração, meditação e introspecção. Acreditava-se que o olíbano trazia conforto e bem-estar aos aflitos.

O óleo desta espécie de olíbano é produzido no Omam, que tem a reputação de produzir árvores de olíbano de qualidade superior. As árvores começam a produzir resina quando estão com 8 a 10 anos de idade.Possui um aroma único, bem mais marcante e intenso que os olíbanos advindos de outras espécies.

Existem 3 trabalhos científicos realizados com esta espécie mostrando seu potencial frente ao câncer. Um deles mostrou in vitro ação deste óleo frente ao agressivo câncer pancreático [1], o segundo sobre células de câncer de mama [2], e o terceiro sobre células de câncer da bexiga [3]. O óleo essencial de olíbano sagrado nestes estudos agiu matando as células cancerosas de forma seletiva, não causando prejuízo algum às células saudáveis, o que encaixa com uma publicação anterior nossa sobre o óleo de coentro, que explica como este mecanismo seletivo de atuação de óleos essenciais em câncer se dá [6].

Foi realizado em 2006 uma pesquisa [4] veterinária com o óleo de Olíbano-do-deserto (Boswellia carteri) envolvendo seis cavalos nos Estados Unidos e que sofriam de melanoma maligno (uma forma fatal de câncer de pele). Durante o período de duas semanas os pesquisadores injetaram o óleo de olíbano-do-deserto em tumores de um grupo de cavalos e no outro aplicaram topicamente apenas.

No final do período de teste, os tumores tratados com o olíbano-do-deserto foram medidos e comparados com os tumores deixados sem tratamento, e as células foram biopsiadas. O veredito foi claro: o olíbano, tanto injetado quanto no tratamento tópico, tinha reduzido o crescimento do tumor em todos os seis cavalos e matou algumas células cancerosas.

Seguinte a este estudo veterinário de 2006, em 2013 foi publicado o resultado do primeiro estudo em humanos [5] realizado com um homem de 50 anos que sofria de carcinoma basocelular, um câncer maligno da pele de crescimento lento e progressivo que acomete freqüentemente áreas expostas ao sol como o rosto.

O paciente tratou topicamente o local com a aplicação do óleo essencial destilado das resinas do olíbano sagrado várias vezes ao dia por um período de 20 semanas. Biópsias foram realizadas após o tratamento com óleo essencial de olíbano que mostrou cura completa do carcinoma basocelular na região do braço e substancial melhoria no carcinoma na região do peito (que apresentava várias células doentes com apoptose aumentada). O óleo de olíbano sagrado não apresentou nenhum tipo de efeito colateral na pele, comum de ocorrer no tratamento médico tradicional utilzando imiquimode, fluorouracila e terapia fotodinâmica.

Os cientistas deste estudo ainda colocaram ao final da pesquisa que o olíbano poderia ser uma alternativa mais saudável e barata ao medicamento Vismodegib, o primeiro tratamento oral para o carcinoma basocelular avançado ou metastático aprovado nos EUA. Os efeitos colaterais mais comuns do Vismodegib incluem queda de cabelo leve a moderada, cãibras musculares, alteração do paladar e perda de peso. O custo estimado de um mês de tratamento com vismodegib é 7.500,00 dólares (mais de 20 mil reais mensais)!

 

Como utilizar Óleos essenciais:
Inalação, Banhos, Compressas, Massagem, Cremes, Géis e Argilas.

Precauções:

Evite utilizar puro sobre peles sensíveis ou sobre as mucosas.

Diluir em óleo vegetal ou base neutra

Em caso de sensibilização procure orientação médica;

Nunca utilize óleos essenciais, puros ou diluídos, em pacientes conhecidamente alérgicos a planta.

Conservação:

Os óleos essenciais são sensíveis à radiação UV, bem como a evaporação gradual dos seus constituintes. É importante manter os óleos essenciais em frascos escuros a temperaturas entre 5 ° C e 40 ° C. Guardar numa caixinha na geladeira, pode manter sua qualidade inalterada por mais tempo.

Características
Nome Científico: Boswellia sacra
Extração: à vapor da resina
Cultivo: selvagem