Óleo Essencial de Olíbano - Terra Flor - Frasco com 5ml - Mundo dos Óleos

Óleo Essencial de Olíbano - Terra Flor - Frasco com 5ml

Fornecedor
Terra Flor
Preço normal
R$ 152.90
Preço promocional
R$ 152.90

Olíbano – Boswellia carterii

Olibano é derivado do árabe al-lubán – “o leite”, em referência à seiva leitosa que sai da pequena árvore de olíbano. O nome em francês, encens, deriva do latim insencum, que significa “aquele que queima”. Em inglês, frankinsence, faz referência aos francos (tribos germânicas, que ocuparam o território hoje denominado França) que introduziram a resina como forma de incenso na Europa. Na Somália, seu maior produtor, é conhecida como moho, que significa “árvore de Deus” – aquela que aporta proteção.

Originária da região do Mar Vermelho, norte da África e Península Arábica.

Boswellia é um dos gêneros da família botânica Burseraceae, que tem a sua origem no gênero Bursera, que por sua vez é uma homenagem ao médico e botânico alemão Joachim Burser (1583-1649). Distribui-se pela África, Índia, Península Arábica, florestas tropicais América do Sul e Central. Algumas árvores desta família são consideradas sagradas e crescem em biomas distintos como desertos ou florestas úmidas e sombreadas. A família Burseraceae possui aproximadamente 540 espécies, divididas em 21 gêneros, as quais na maioria produz um óleo-goma-resina, devido a sua composição rica em polissacarídeos.

O gênero Boswellia possui aproximadamente 25 espécies. A maioria das espécies deste gênero encontra-se atualmente na península arábica, nordeste da África e Índia. A B. carterii atualmente é uma espécie rara de ser encontrado em seu estado natural sob clima subdesértico. Apenas as árvores machos produzem a resina após 10 anos de idade. Ao alcançar a maioridade extrativa, inicia-se a retirada da resina de dois em dois anos. Após, 3 anos de extração, a árvore deverá ser deixada por um longo período em repouso para recuperar-se. A extração é realizada através de incisões profundas no tronco da árvore, de onde escorre uma seiva leitosa, a qual, com o tempo e o contato com o oxigênio, escurece e solidifica. Diferenças no solo e no clima criam uma diversidade de resinas dentro de uma mesma espécie. Quanto mais clara a resina mais terapêutico e valioso torna-se o OE. Quanto mais escura a resina menos terapêutico e mais barato o OE.

As espécies mais importantes de Boswelli são: B. serrata, encontrada nas regiões montanhosas da Índia; a B.sacra, que cresce no sul da península Arábica, em Oman; já na Somália encontramos a B. carterii e a B. frereana; na China também é encontrada a B. carterii.

A resina de Olíbano foi uma das substâncias mais apreciadas no mundo antigo, sendo um aromático tão valioso quanto as gemas e metais preciosos. Era vendido a preço de ouro. Seu valor era tal, que teve considerável influência na economia de alguns países, chegando a ser causa frequente de disputas políticas. Tem sido usada desde tempos imemoriais para fins religiosos, culturais e cerimonias medicinais e seu valor social e econômico é indiscutível.

Por muitos séculos tem sido usado para apoiar o sistema imunológico e combater infecções, tratar doenças da pele mas principalmente como agente anti-inflamatório e anestésico. Essas propriedades são atribuídas à presença de monoterpenos e sesquiterpenos e seus derivados terpenóides em sua constituição química. Os principais constituintes são α- e β-pinene, limonene, myrcene, linalol, entre outros.

Rendimento: 100kg resina/5Kg OE (1).

Aromacologia

Óleo Essencial da meditação
Aroma profundo, resinoso, purificador.
Considerado o OE do princípio dos tempos, aporta paz e serenidade para a conexão com a energia divina.
Seu aroma místico do deserto estimula a glândula pineal e o 7º chakra.
Cria um ambiente propício à reverência ao sagrado, facilitando a meditação e favorecendo a percepção espiritual.
Estimula o relaxamento da mente, permite a conexão entre o homem e o divino.
Promove o espaço energético protegido necessário para o desenvolvimento da devoção.
Desperta o interesse pela meditação.
De acordo com Keville & Green (2009), é um dos melhores OE para curar feridas emocionais que manifestam-se na forma de doenças físicas. Pode-se dizer que este OE pode oferecer bons resultados no tratamento de doenças psicossomáticas (2).
Esta resina foi usada ao longo da história da humanidade em fumigações nos doentes para expulsar os maus espíritos que lhes causavam a doença. Em tempos modernos, o aroma deste OE é considerado antidepressivo capaz de estimular bons pensamentos e eliminar a negatividade, criando um ambiente pacifico, e a paz mental é prioridade na recuperação da saúde e depressão nervosa.
Segundo Faucon (2017), este OE possui ação central sobre os ritmos, reorganizando e reestrurando a psiquê.