Óleo Essencial de Ravensara - Terra Flor - Frasco com 5ml - Mundo dos Óleos

Óleo Essencial de Ravensara - Terra Flor - Frasco com 5ml

Fornecedor
Terra Flor
Preço normal
R$ 82.90
Preço promocional
R$ 82.90

Ravensara – Ravensara aromatica

Ravensara provem da palavra malgaxe, hazomanitra, que significa árvore boa (1).

A Ravensara aromatica é uma árvore com altura aproximada de 20m. Frutifica 8 anos após semeadura, podendo viver aproximadamente 60 anos. A casca é marrom avermelhada por fora e verde clara por dentro, flores verdes campanuladas agrupadas em panículas axilares.
Essa árvore não é cultivada, a coleta das folhas  e das cascas do caule para a extração do OE é selvagem.

Existe muita controvérsia e confusão em torno desta espécie aromática.

Esta árvore pertence a família botânica Lauraceae, originária da China e aclimatada em Madagascar (1).
Outra bibliografia traz a informação de que a espécie é endêmica de Madasgascar (3).

A Ravensara aromatica foi descrita pela primeira vez em 1792 pelo botânico Sonnerat (Sonn.), mais tarde, em 1950, o botânico Tanguy descreveu a mesma espécie como Ravensara anisata.
Foi denominada anisata devido seu aroma anisado. Porém, como as duas espécies são as mesmas, em 1998 Rosoanaivo e Dela Gorce denominaram que o nome da espécie seria Ravensara aromatica. A casaca tem coloração avermelhado exteriormente e verde clara interiormente (1).

Segundo, M. Faucon (2017), da espécie Ravensara aromatica podem ser extraídos dois tipos de OE com aromas distintos e propriedades diferentes:
Ravensara aromatica OE extraído das folhas com aroma terpênico rico em sabineno, α e β-pineno, limoneno, terpine-ol-4, mirceno e linalol. OE muito seguro, sem nenhuma contra indicação.
Ravensara anisata OE extraído das cascas do caule podendo chegar a 90% de metil chavicol. Este OE não é não é indicado para ser usado em crianças nem em gestantes (1).

O OE de Ravensara aromatica OE extraído das folhas, possui um valor de mercado mais elevado, do que o OE extraído das cascas.

Já, Pierre Franchomme, em seu livro,  Les Science des huiles essentielles médicinales (3), cita esta árvore com muitos nomes, Criptocaria aromatica R. Br (Syn. C. agathophylla Van der Werff ) Ravensara  aromatica  Sonn. e  R. anisata Danguy,  Agathophylla aromaticum (Sonn) Willd, Laurus aromatica Baill.
Na mesma obra ele diferencia que o OE extraído das cascas do caule e das das folhas.
OE extraído  das cascas do caule seria rico em de metil chavicol, com aroma anisado.
E, diferentemente de M. Faucon, ele descreve o OE extraído das folhas  em 4 quimiotipias.
qt. sabineno (29 e 5%), linalol (14 a 7%), terpine-ol-4 (9 a 4%);
qt. alfa terpineno (26%), limoneno (19 a 3%);
qt. methil eugenol (76 a 4%);
qt. methil chavicol (>90%).
Sendo que, as duas primeiras quimiotipias, qt. sabineno e qt. alfa terpineno seriam seguras para uso infantil e de gestantes e as duas últimas qt. methil eugenol e qt. methil chavicol desaconselhável para o uso infantil e em gestantes.

Ainda existe outra espécie da mesma família Lauraceae, muito confundida com a Ravensara aromatica devido a semelhança do nome, a Ravintsara (cinnamomum canphora qt. cineol), nativa da China e também aclimatada em Madagascar. Esta espécie contém alta concentração de 1,8-cineol, oque a torna contra indicada para ser usada em crianças.

O OE  comercializado na Terra Flor Aromaterapia é o Ravensara aromatica extraído das folhas.  Seguro para ser usado em crianças e gestantes.
Os componentes voláteis descritos desta espécie e deste órgão vegetal (folhas) são encontrados na cromatografia.
Verifique a cromatografia deste OE disponível aqui no site.

Aromacologia

Óleo Essencial da expansão
Aroma canforado, expande a mente, amplia os limites para além do possível.
Acalma, reduz a ansiedade e a angústia.