icon

11 benefícios e usos surpreendentes do óleo de mirra

 

Você pode estar familiarizado com a mirra das histórias bíblicas, mesmo que não tenha certeza do que é.

A mirra é uma seiva seca marrom-avermelhada de uma árvore espinhosa - Commiphora myrrha, também conhecida como C. molmol - nativa do nordeste da África e sudoeste da Ásia.

Um processo de destilação a vapor é usado para extrair o óleo essencial de mirra, que é de cor âmbar a marrom e tem um aroma terroso.

A mirra tem sido usada há muito tempo na medicina tradicional chinesa e na medicina ayurvédica. Os cientistas agora estão testando os usos potenciais do óleo, inclusive para dor, infecções e feridas na pele.

Aqui estão 11 benefícios de saúde baseados na ciência e usos do óleo essencial de mirra.

1. Mata bactérias nocivas


Os antigos egípcios usavam mirra e outros óleos essenciais para embalsamar as múmias, pois os óleos não apenas proporcionam um aroma agradável, mas também retardam a decomposição. Os cientistas agora sabem que isso ocorre porque os óleos matam bactérias e outros micróbios.

Além disso, nos tempos bíblicos, o incenso de mirra – muitas vezes em combinação com o olíbano – era queimado em locais de culto para ajudar a purificar o ar e impedir a propagação de doenças contagiosas, incluindo aquelas causadas por bactérias.

Um estudo recente descobriu que a queima de incenso de mirra e incenso reduziu a contagem de bactérias no ar em 68%.

Pesquisas preliminares em animais sugerem que a mirra pode matar bactérias diretamente, bem como estimular o sistema imunológico a produzir mais glóbulos brancos, que também matam bactérias.

Em estudos em tubo de ensaio, o óleo de mirra tem fortes efeitos contra várias bactérias infecciosas, incluindo algumas resistentes a medicamentos.

Em um estudo em tubo de ensaio, o óleo de mirra em uma diluição baixa de 0,1% matou todas as bactérias dormentes da doença de Lyme, que podem persistir em algumas pessoas após o tratamento com antibióticos e continuar a causar doenças.

Ainda assim, são necessários mais estudos para determinar se o óleo de mirra pode tratar infecções persistentes de Lyme.

RESUMO


O óleo de mirra tem sido usado para matar bactérias nocivas muito antes de os cientistas descobrirem que os micróbios causam doenças contagiosas. Pode ter um impacto em algumas bactérias resistentes a medicamentos e da doença de Lyme.


2. Pode apoiar a saúde bucal


Devido às suas propriedades antimicrobianas, a mirra tem sido tradicionalmente usada para tratar infecções e inflamações orais.

Alguns enxaguantes bucais e cremes dentais naturais contêm óleo de mirra, que é aprovado como aromatizante pelo FDA.

Além disso, quando as pessoas com doença de Behçet – um distúrbio inflamatório – usaram um enxaguante bucal de mirra para tratar feridas dolorosas na boca quatro vezes ao dia durante uma semana, 50% delas tiveram alívio completo da dor e 19% tiveram cura completa de suas feridas na boca.

Estudos em tubo de ensaio sugerem que o enxaguatório bucal contendo óleo essencial de mirra também pode ajudar a gengivite, que é a inflamação das gengivas ao redor dos dentes devido ao acúmulo de placa.

No entanto, mais estudos são necessários para confirmar esses benefícios.

Tenha em mente que você nunca deve engolir produtos de higiene bucal de mirra, pois altas doses de mirra podem ser tóxicas.

Além disso, se você tiver cirurgia oral, pode ser melhor evitar bochechos de mirra durante a cicatrização. Um estudo em tubo de ensaio descobriu que os pontos – especialmente os de seda – podem se degradar quando expostos à mirra, embora tenham resistido nas doses normalmente encontradas em enxaguatórios bucais.

RESUMO


Alguns colutórios e cremes dentais naturais contêm óleo essencial de mirra, que pode ajudar a aliviar feridas na boca e inflamação das gengivas. Nunca engula esses produtos.


3. Apoia a saúde da pele e pode ajudar a curar feridas


Os usos tradicionais da mirra incluem o tratamento de feridas e infecções na pele. Hoje, os cientistas estão testando esses aplicativos.

Um estudo em tubo de ensaio de células da pele humana descobriu que uma mistura de óleos essenciais contendo mirra ajudou a curar feridas.


Outro estudo observou que a mirra e outros óleos essenciais aplicados por meio de banhos ajudaram as mães a curar feridas na pele de partos vaginais.

No entanto, vários óleos foram usados ​​simultaneamente nesses estudos, portanto, os efeitos individuais da mirra na cicatrização de feridas não são claros.

Estudos específicos sobre o óleo essencial de mirra são mais reveladores.

Um estudo em tubo de ensaio em 247 diferentes combinações de óleos essenciais descobriu que o óleo essencial de mirra misturado com óleo de sândalo era especialmente eficaz para matar micróbios que infectam feridas na pele (20).

Além disso, em um estudo em tubo de ensaio, o óleo de mirra sozinho inibiu de 43 a 61% do crescimento de cinco fungos que causam problemas de pele, incluindo micose e pé de atleta.

A pesquisa humana é necessária para confirmar esses benefícios. No entanto, se você quiser experimentar a mirra para a saúde geral da pele, muitas pomadas e sabonetes naturais a contêm. Você também pode aplicar óleo essencial de mirra diluído diretamente na pele.

RESUMO


A aplicação de óleo essencial de mirra diluído em sua pele pode ajudar na cicatrização de feridas e combater micróbios que podem causar infecções. O óleo também pode impedir o crescimento de fungos da pele, incluindo micose e pé de atleta. Lembrete, o nosso óleo de mirra pode ser aplicado diretamente na pele, pois ele é a mirra macerada em óleo vegetal.

 

4. Combate a dor e o inchaço


A dor – como dores de cabeça, dores nas articulações e nas costas – é uma queixa comum.

O óleo essencial de mirra contém compostos que interagem com os receptores opióides e dizem ao seu cérebro que você não está com dor. A mirra também bloqueia a produção de produtos químicos inflamatórios que podem causar inchaço e dor.

Quando as pessoas propensas a dores de cabeça tomaram um suplemento de vários ingredientes contendo compostos analgésicos de mirra, a dor de cabeça foi reduzida em cerca de dois terços durante o estudo de seis meses.

Mais pesquisas são necessárias para confirmar esses benefícios. O suplemento testado não está disponível nos EUA e a ingestão de óleo de mirra não é recomendada.

Você pode comprar óleos homeopáticos contendo mirra e outros óleos essenciais destinados a aliviar a dor quando aplicados diretamente em partes do corpo doloridas. No entanto, estes não foram estudados.

RESUMO


O óleo de mirra contém compostos vegetais que podem aliviar temporariamente a dor, sinalizando ao cérebro que você não está com dor. Também pode bloquear a produção de substâncias químicas inflamatórias do seu corpo que levam ao inchaço e à dor.

5. Pode ser um poderoso antioxidante

A mirra pode ser um poderoso antioxidante, um composto que combate os danos oxidativos.

O dano oxidativo dos radicais livres contribui para o envelhecimento e algumas doenças.

Um estudo em tubo de ensaio descobriu que o óleo de mirra era mais eficaz que a vitamina E, um poderoso antioxidante, no combate aos radicais livres.

Além disso, em um estudo com animais, o óleo de mirra ajudou a proteger o fígado contra danos oxidativos induzidos por chumbo em proporção direta à quantidade de mirra administrada antes da exposição ao chumbo.

Não se sabe se inalar óleo de mirra ou aplicá-lo topicamente – que são dois usos seguros do óleo de mirra para as pessoas – ajuda a proteger seu corpo contra danos oxidativos.

RESUMO


Estudos em tubo de ensaio e em animais mostram que o óleo de mirra é um poderoso antioxidante e ainda mais eficaz que a vitamina E. No entanto, são necessários estudos em humanos.

6. Mata alguns parasitas


Você pode se infectar com parasitas de várias fontes, incluindo animais de estimação, atividade sexual e alimentos ou água contaminados.

Duas infecções parasitárias comuns nos EUA são a tricomoníase, uma doença sexualmente transmissível, e a giardíase, uma infecção intestinal.

Em um estudo preliminar, as mulheres que não responderam ao tratamento medicamentoso padrão para tricomoníase receberam uma droga oral, Mirazid, feita de seiva de mirra e seu óleo essencial. Cerca de 85% deles foram curados da infecção.

Além disso, um estudo em animais descobriu que o mesmo medicamento de mirra tratava efetivamente a giardíase.

Algumas pesquisas em humanos sugerem que esta droga de mirra também pode ser eficaz contra o parasita Fasciola gigantica, que pode causar doenças do fígado e do ducto biliar. No entanto, outros estudos não conseguiram ver um benefício.

Mirazid não é amplamente prescrito neste momento.

Embora sejam necessárias mais pesquisas, a mirra e seu óleo podem ser úteis no tratamento de parasitas, especialmente em casos de resistência a medicamentos. A ingestão de óleo de mirra não é recomendada e a segurança a longo prazo deve ser avaliada.

RESUMO


Estudos preliminares sugerem que um medicamento contendo mirra pode ajudar a tratar alguns parasitas comuns, mas são necessárias mais pesquisas sobre sua eficácia e segurança.

Outros benefícios potenciais


Os cientistas estão testando outros usos potenciais para o óleo de mirra e seus compostos benéficos. As seguintes aplicações estão em estudo:

7. Protetor solar: Um estudo em tubo de ensaio descobriu que o protetor solar FPS 15 com óleo de mirra adicionado foi significativamente mais eficaz no bloqueio dos raios ultravioleta do que o protetor solar sozinho. Por si só, o óleo de mirra não foi tão eficaz quanto o protetor solar.


8. Câncer: estudos em tubo de ensaio sugerem que o óleo de mirra pode ajudar a matar ou retardar o crescimento de células cancerígenas do fígado, próstata, mama e pele. No entanto, isso não foi testado em pessoas.


9. Saúde intestinal: Um estudo em animais indica que os compostos de mirra podem ajudar a tratar espasmos intestinais relacionados à síndrome do intestino irritável. Outro estudo em animais sugere que a mirra pode ajudar a tratar úlceras estomacais.


10. Mofo: estudos em tubo de ensaio observam que o óleo de mirra pode ajudar a matar mofo, incluindo Aspergillus niger, que geralmente aparece como mofo em paredes úmidas, e A. flavus, que causa deterioração e contaminação de alimentos por mofo.


RESUMO


Os cientistas estão investigando outros benefícios potenciais do óleo de mirra, incluindo a eficácia do filtro solar, tratamento do câncer, saúde digestiva e eliminação de mofo.

11. Simples de usar


O óleo de mirra pode ser inalado, aplicado topicamente ou usado para higiene bucal. Não deve ser engolido.

Aqui estão algumas orientações gerais:

Uso tópico


Devido ao risco de irritação da pele, é melhor diluir o óleo essencial de mirra em um óleo carreador, como óleo de jojoba, óleo de amêndoas, óleo de semente de uva ou óleo de coco. Isso também ajuda a evitar que o óleo de mirra evapore muito rapidamente.

Em geral, use 3 a 6 gotas de óleo essencial por 1 colher de chá (5 ml) de óleo carreador para adultos. Isso é considerado na diluição de 2-4%. Para crianças, use 1 gota de óleo essencial por 1 colher de chá (5 ml) de óleo carreador, que é uma diluição de 1%.

Você também pode adicionar uma ou duas gotas de óleo essencial de mirra a uma loção ou hidratante sem perfume antes de aplicá-lo na pele. Algumas pessoas adicionam óleo essencial de mirra aos produtos usados ​​para massagem.

Evite aplicar o óleo em áreas sensíveis, incluindo olhos e ouvidos internos. Lave as mãos com água e sabão depois de manusear os óleos essenciais para evitar a exposição acidental a áreas delicadas.

Inalação


Você pode adicionar 3 a 4 gotas de óleo de mirra a um difusor para distribuir o óleo como uma névoa fina no ar ao redor.

Se você não tiver um difusor, pode simplesmente colocar algumas gotas do óleo em um lenço de papel ou pano e inalar periodicamente ou adicionar algumas gotas à água quente e inalar o vapor.

Um truque simples é aplicar algumas gotas de óleo de mirra no tubo de papelão dentro de um rolo de papel higiênico. Quando alguém o usa, um pouco do aroma será liberado.

Combinações


O aroma terroso do óleo de mirra combina bem com óleos essenciais picantes, cítricos e florais, como incenso, limão e lavanda, respectivamente.

A combinação de mirra e incenso é especialmente popular – não apenas por causa de seus aromas complementares, mas também por sua sinergia, ou interação que produz benefícios ainda maiores.

Em estudos em tubos de ensaio, os óleos combinados de mirra e incenso melhoraram sua eficácia contra bactérias infecciosas e outros micróbios. Cerca de 11% dessa melhora foi devido a interações sinérgicas dos óleos.

RESUMO


Você pode aplicar óleo de mirra diluído na pele, difundi-lo ou usá-lo por via oral. O óleo pode ser usado sozinho ou em combinação com óleos complementares, como incenso e limão.

Riscos potenciais


Como outros óleos essenciais, o óleo de mirra é muito concentrado, então você só precisa de algumas gotas de cada vez. Evite difundir perto de bebês e crianças pequenas, pois é incerto quanto eles inalarão e quanto é seguro.

Além disso, ninguém deve engolir óleo de mirra, pois pode ser tóxico.

Algumas pessoas devem ser especialmente cautelosas com o óleo de mirra e podem precisar evitá-lo completamente. Tenha isso em mente se alguma das seguintes condições se aplicar a você:

Gravidez e amamentação: Evite o óleo de mirra se estiver grávida, pois pode causar contrações uterinas e provocar aborto espontâneo. Evite também o óleo de mirra se estiver amamentando, pois sua segurança para o bebê não é conhecida.
Medicamentos para afinar o sangue: não use mirra se estiver tomando anticoagulantes, como a varfarina, pois a mirra pode diminuir sua eficácia.
Problemas cardíacos: Grandes quantidades de mirra podem afetar sua frequência cardíaca, portanto, use o óleo de mirra com cautela se tiver um problema cardíaco.
Diabetes: Se você estiver tomando medicamentos para diabetes, lembre-se de que a mirra pode diminuir o açúcar no sangue. Portanto, essa combinação pode resultar em açúcar no sangue muito baixo.
Cirurgia: A mirra pode interferir no controle do açúcar no sangue durante e após a cirurgia. Interrompa o uso de produtos de mirra duas semanas antes da cirurgia ou conforme recomendado pelo seu cirurgião.


RESUMO


Se você está grávida, tem problemas cardíacos, está planejando uma cirurgia ou toma anticoagulantes ou medicamentos para diabetes, convém limitar ou evitar o óleo de mirra.


Além de seu aroma agradável, quente e terroso, o óleo de mirra também pode trazer vários benefícios à saúde.

Estudos sugerem que pode ajudar a matar bactérias nocivas, parasitas e outros micróbios. Também pode apoiar a saúde bucal, ajudar a curar feridas na pele e aliviar a dor e o inchaço.


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

Os 6 erros de óleos essenciais que você provavelmente está cometendo
Os 6 erros de óleos essenciais que você provavelmente está cometendo
Antes de pegar seu difusor de óleo essencial, leia isto. À medida que os óleos essenciais se tornaram cada vez mais p...
Read More
EFEITOS DA INGESTÃO DE ÓLEO DE PEIXE PARA A SAÚDE DA POPULAÇÃO
EFEITOS DA INGESTÃO DE ÓLEO DE PEIXE PARA A SAÚDE DA POPULAÇÃO
RESUMO   Peixes são animais consumidos por diferentes culturas e países no mundo, esses são extremamente ricos em div...
Read More
11 óleos essenciais: seus benefícios e como usá-los
11 óleos essenciais: seus benefícios e como usá-los
11 óleos essenciais: seus benefícios e como usá-los Além de cheirar bem, os óleos essenciais também podem ajudar a me...
Read More