Óleo de Menta: Seu maior aliado contra o Mau Hálito bucal!

O mau hálito ou halitose não é uma doença e sim, um sinal ou sintoma de que algo no organismo está em desequilíbrio, que deve ser identificado e tratado.

 

O nome Halitose, termo médico que deriva do latim Halitus que significa ar expirado.

 

Para você ter uma ideia de como o mau hálito está presente no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Halitose (ABHA), cerca de 30% da população sofre com o mau hálito. Em 90% dos casos, a origem do problema está na boca, causada, normalmente, pela higiene mal feita.

 

De acordo com os estudos mais recentes, as origens do Mau Hálito podem ser:

 

Origem bucal (92,7% a 96, 2% dos casos)*

Origem Extrabucal (de 3,8% a 7,3% dos casos)*

*Fonte: Estudos de Seemann et al., 2006; Quirynen et al., 2009; Zurcher et al., 2012.

 

Como evitar o mau hálito?

 

Para eliminar o mau hálito de uma vez por todas deve-se comer alimentos de fácil digestão, como saladas cruas, manter a boca sempre úmida, além de manter a boa higiene bucal, escovando os dentes e passando o fio dental todos os dias.

No entanto, é importante observar atentamente o interior da boca porque as cáries nos dentes e o tártaro também podem causar halitose, assim como outras alterações como amigdalite e sinusite, por exemplo

 

4 Dicas para acabar com o Mau Hálito

 

Dica 1 – Mantenha a sua boca limpa

 

Ao acordar, após as refeições e antes de ir dormir é muito importante passar o fio dental entre os dentes e a seguir, escovar corretamente os dentes com uma escovinha firme, mas macia e cerca de meio centímetro de pasta de dente.

 

Não se esqueça de esfregar todos os dentes e também a língua, interior das bochechas e o céu da boca. Após enxaguar a boca use um antisséptico bucal para eliminar os germes que possam ainda estar alojados dentro da boca.

 

Dica 2 – Deixe a boca sempre úmida

 

Beber bastante água é muito importante na hora de combater o mau hálito. Tenha em mente que o corpo humano pede cerca de 2 litros de água por dia.

 

Aos que não conseguem fazer a ingestão desse volume de água diariamente a dica é tentar combinar com sucos para que o processo seja mais saboroso.

 

Suco de frutas cítricas, nesses casos, são muito indicados uma vez que, por serem ácidos, ajudam a eliminar bactérias causadores da halitose. Porém, tenha cuidado que para não tomar muito suco ácido e criar problemas para o seu estômago.

 

Dica 3 – Evite ficar muito tempo sem comer

 

Ficar muitas horas sem comer pode fazer com que o seu estômago produza muito suco gástrico. Esse processo acaba fazendo com que ele possa ser sentido na boca gerando o tão indesejado mau hálito.

 

Portanto, tente sempre comer de três em três horas. Isso evitará que o estômago produza suco gástrico em excesso.

 

Para os que não conseguem comer de três em três horas fiquem atentos em suas alimentações. Isso porque talvez você esteja fazendo grandes refeições, o que pode causar a falsa impressão de que ainda está cheio quando realmente não está.

 

Tente, nesses casos, comer alimentos leves para que o estômago aceite receber alimentos a cada três horas.

 

No entanto, o mau hálito também pode ser causado por outras situações como amigdalite, sinusite ou caseum na garganta e, por isso, deve-se observar se existem outros sintomas envolvidos como dor de garganta ou na face.

 

Dica 4 – Tente achar soluções caseiras

 

Mascar folhinhas de hortelã, cravo-da-índia ou pedacinhos de gengibre podem ajudar a manter o hálito puro porque são aromáticas e possuem propriedades antissépticas que combatem os micro-organismos que podem estar no interior da boca.

 

Receita caseira para acabar com o Mau Hálito

 

½ xícara de água filtrada (pode ser água pré-aquecida)

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de cloreto de sódio (sal de cozinha)

 

Modo de preparo

 

Coloque todas as duas colheres de bicarbonato de sódio e de cloreto de sódio na xícara de água, misture bem até que as duas estejam completamente dissolvidas na água.

 

Pegue essa solução e faça bochechos e gargarejos durante dois minutos. Lembre-se que após fazer o uso dessa solução você não deve ingerir nenhum tipo de alimento.

 

A dica é fazer essa receita após as escovações. Pode ter certeza que o seu mau hálito vai sumir de vez!

 

Para o Mau Hálito use o Óleo de Menta

 

O Óleo de Menta é um produto natural a base de Óleo de Menta Puro, com ação refrescante, que proporciona uma agradável sensação de bem-estar.

 

Óleo de Menta, quando usado de forma tópica, contribui para o alívio da tensão muscular e da respiração, contribui nos tratamentos das dores de cabeça, dor muscular, gripes e resfriados, dor de garganta, coriza, sinusite, enxaqueca, etc.

 

Além disso, o Óleo de Menta contém uma substância chamada mentol, responsável pela sensação de frescor proporcionada pela planta, afastando o mau hálito, por ter ação antibacteriana, fungicida e antiviral, a menta auxilia no combate as bactérias que ficam na boca e por isso afasta o mau hálito.


Tenha um hálito saudável e cheiroso com o Óleo de Menta

Nunca consuma ou aplique insumos vegetais ou animais sem orientação e acompanhamento de um profissional qualificado e de sua confiança.

 

“O Ministério da Saúde adverte: não existem evidências científicas comprovadas de que este produto previna, trate ou cure doenças. ”

 

Onde encontrar: Você encontra esses e outros Óleos acessando este link: mundodosoleos.com ou indo até a nossa loja localizada no CLSW 504 Bloco “B” loja 46, Sudoeste, Brasília (DF).

 

Descarte do Óleo

 

O descarte não adequado dos Óleos pode acarretar entupimento nas tubulações e ainda poluir a água. Por isso, procure locais próprios para o descarte. Armazene em um vidro e dirija-se aos postos de coleta da sua cidade.

 

Estamos também nas redes sociais. Curta nossa página no Facebook e acompanhe novidades e artigos como esse.


1 comentário

  • Oi, quero saber se o óleo de menta pode ser ingerido.

    Marta Maria dos santos

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Related Posts

ARTIGO CIENTÍFICO -Determinação do Perfil de Ácidos Graxos do Óleo da Amêndoa do Fruto do Licuri
ARTIGO CIENTÍFICO -Determinação do Perfil de Ácidos Graxos do Óleo da Amêndoa do Fruto do Licuri
TÍTULO: DETERMINAÇÃO DO PERFIL DE ÁCIDOS GRAXOS DO ÓLEO DA AMÊNDOA DO FRUTO DO LICURI (SYAGRUS CORONATA (MARTIUS) BEC...
Read More
Saboroso e com Muitos Nutrientes, Óleo de Licuri Previne Doenças e tem usos Cosméticos
Saboroso e com Muitos Nutrientes, Óleo de Licuri Previne Doenças e tem usos Cosméticos
Mais conhecido regionalmente, o óleo extraído do semiárido nordestino pode ser usado na cozinha ou em cosméticos Pro...
Read More
Aromaterapia Para Melasmas e Manchas Escuras na Pele
Aromaterapia Para Melasmas e Manchas Escuras na Pele
AROMATERAPIA PARA MELASMAS E MANCHAS ESCURAS DE PELE Você sabia que 90% das pessoas que têm melasmas (manchas escuras...
Read More